BdQNews BdCast Vídeos Palavra Nérdica Reviews Anuncie
×
Star Wars Episódio IX: A Ascensão Skywalker

Star Wars Episódio IX: A Ascensão Skywalker

Tato Campos - 19.12.2019 10:27
    

Lucasfilm e o diretor J.J. Abrams juntam forças mais uma vez para levar os espectadores a uma jornada épica em uma galáxia muito, muito distante em Star Wars: A Ascensão Skywalker, a fascinante conclusão da saga Skywalker, na qual novas lendas nascerão e a batalha final pela liberdade ainda está por vir.


E com essa sinopse começamos o filme que é lindo visualmente, realmente muito lindo, que fotografia, os efeitos e a edição estão muito boas e eu nem preciso falar da trilha sonora, que é simplesmente perfeita, a Lucasfilm sempre soube como elevar a experiência dos filmes da franquia Star Wars. Com muitas homenagens aos personagens das trilogias passadas, bem feitas por sinal, com batalhas de naves clássicas, guerras de exércitos com blasters e sabres de luz, Star Wars Episódio IX: A Ascensão Skywalker vem para fechar uma história que dura décadas, desde 1977, quando Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança foi lançado.


A força não está balanceada, com a volta do temido Darth Sidious, com a sede por poder absoluto de Kylo Ren e o treinamento de Rey na força, por um mestre que não esperaríamos que fosse um mestre, temos um grande filme que, na minha opinião, durou pouco tempo, A Ascensão Skywalker teve uma reviravolta interessante de não querer seguir na mesma linha de Os Últimos Jedi, parecendo que os diretores tinham uma pequena richa entre eles. Não interfere na experiência cinematográfica que é ir ao cinema e ver a Millenium Falcon, a X-Wing de Luke (Red-5), o Sabre de luz original de Luke, Lando pilotando a Falcon novamente, R2D2 e C3PO tendo inúmeras conversas engraçadas como aconteciam na primeira trilogia.


Os arcos são curtos, porém são muitos, entre o primeiro e o segundo ato, muitas histórias se cruzam e muita coisa acontece em muito pouco tempo. Mesmo que o enredo esteja bem escrito e seja bem fluído, os personagens secundários são muito bons, porém pouco explorados, o que me fez pensar que, assim como Mandalorian, a Disney pode ter apresentado alguns protagonistas de séries ou filmes spin-off da franquia. Alguns pontos a serem ressaltados, como as histórias do passado dos personagens não são exploradas, porém não dão importância para elas, creio que deveriam lançar alguns livros com os passados de Poe, Finn e Rey, seria bem interessante ter esse tipo de material em mãos para entendermos o que aconteceu com eles no passado.


Temos incríveis sequências de ação no filme, tanto nos planetas já conhecidos, como nos novos lugares onde os heróis e vilões passam. A narrativa para colocar a General Leia Organa nos diálogos é boa, porém é bem claro que foram diálogos construídos a partir das falas que ela tinha já gravado, e é um ponto que eu já mencionei aqui, é uma das grandes homenagens a Carrie Fisher, pois ela nos traz um peso muito grande para o filme.


A díade da força que une Kylo Ren e Rey é interessante e bem explorada nesse filme, inclusive algumas coisas de teletransporte pela força que, quem não conhece o universo Legends, que é o universo não canônico de Star Wars fica meio sem entender, inclusive alguns poderes, tipo o Force Drain, onde os sith conseguem drenas a vida das suas vítimas pela Força, ou até mesmo os fantasmas da Força que conseguem interagir fisicamente com objetos reais.


Recomendo ir assistir? MAS COM TODA CERTEZA!!! É Star Wars, o filme é muito bom, a experiência de uma pré-estreia é sensacional também, assisti o filme ao lado de vários Cosplayers, tinha uma Rey, um Kylo Ren, alguns outros Jedi e Sith e até um Tie Fighter Pilot la na sala comigo, então foi uma experiência bem imersiva, podemos dizer assim hehe. Porém, saiba que esse é o filme da Lucasfilm mais Disney que você verá, as partes finais são MUITO Disney, mas não interferem no fluir do filme, porém são acontecimentos que não se espera de um filme de Star Wars, porém de um filme da Disney é bem esperado.


O grande problema de Star Wars, hoje em dia, é que aparentemente o fã da franquia é impossível de ser agradado, tudo que é lançado, é criticado, tudo que é novo, é ruim. Essa última trilogia, por mais incrível que pareça, ela homenageia e se espelha muito na trilogia orinigal, com arcos muito parecidos, talvez por isso que sejam rápidos, já estamos acostumados com os acontecimentos e ver tudo de novo em outros personagens seria "chato" para os fãs que sempre reclamam.


Star Wars Episódio IX: A Ascensão Skywalker vem para fechar com chave de ouro décadas de história, abrindo possibilidades para novos arcos e novas histórias da franquia é uma das maiores do cinema. Esse último filme é uma junção do Episódio IV, V e VI em apenas um filme. E vem carregando uma mensagem incrível de Legado, Fé, Redenção e sentido de Família. Principalmente na díade da Força onde vemos os pontos de equilíbrio da Força, um nascido das trevas e o outro da luz, tendo que ser o equilíbrio neles mesmos para que tudo funcione.


Vemos nas Escrituras Sagradas do Cristianismo que temos um papel semelhante ao de Rey e Ben Solo, onde temos um Legado que não começou conosco, e uma missão que nos foi concedida pelos nossos antepassados, temos que entender nossa origem para que nosso destino possa ser o equilíbrio da Força em nós, para que mil gerações possam viver em nós e possamos cumprir a grande comissão da ordem de Cristo Jesus e ir pelo mundo e fazer discípulos, assim como está escrito. Além disso, ver o lado da luz, mesmo nas pessoas mais corrompidas ao lado sombrio da Força, é ter os olhos da luz, que dissipam as trevas e trazem redenção.


Assista ao filme, tire suas conclusões, porém vá com a mentalidade que construiu após ler essa crítica, vá com a mente de alguém que quer ter um entretenimento saudável e que gosta da franquia Star Wars.

LEIA MAIS SOBRE:

O Tato passou aqui e pediu para você assistir nosso último vídeo.

RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE