BdQNews BdCast Vídeos Palavra Nérdica Reviews Anuncie
×
Raya e o Último Dragão

Raya e o Último Dragão

Tato Campos - 17.03.2021 23:21
    

Há muito tempo, o mundo de Kumandra era habitado por humanos e dragões vivendo juntos em harmonia. Porém quando os Druun chegam ao mundo, sugando a alma das pessoas e as transformando em pedra, os dragões começam sua luta para salvar a humanidade e com isso, acabam que os últimos cinco dragões se sacrificam para que os Druun sejam aprisionados.

Mas nem tudo são flores, como a magia dos dragões que aprisiona os Druun foi guardada em uma joia, o povo começa a brigar entre si para que a joia fique em seu reinado específico, então a terra de Kumandra é dividida em setores, povos que brigam entre si, Presa, Coluna, Garra, Coração e Cauda são os reinos divididos pelo rio em forma de dragão.

Cabe a princesa Raya, de Coração a missão de unir o povo novamente, achando o último dragão que está adormecido há quinhentos anos, reunindo os pedaços da joia e finalmente acabando com os Druun no mundo.

Na sua busca, Raya encontra amigos improváveis que precisarão aprender o que é confiança nos povos aparentemente inimigos e como trabalhar em equipe para que, pela união de suas forças, o mundo possa ser Kumandra novamente.

Temas como confiança, amizade, alianças e achar bondade no improvável, Raya e o Último Dragão é uma animação muito interessante, com fotografia fantasiosa com raças únicas em uma terra única, porém os dragões e os traços das pessoas lembram algo da cultura oriental, com rios, desertos, florestas e construções incríveis.

A Trilha sonora é imersiva e é o que sempre esperamos da Disney, ajudando sempre em todos os momentos da trama do filme.

O que chama a atenção no filme é a capacidade de Raya ir até os extremos da terra por uma esperança que carrega pela vida em seu coração, assim como vemos nas Escrituras Sagradas, no livro de Lamentações, capítulo três, no versículo 21, que diz “Quero trazer à memória o que me pode dar esperança” e também vemos no livro de Tito que “aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo”.

Precisamos nos mover assim como Raya, através da esperança que carregamos em nosso coração, que é a mensagem da gloriosa manifestação de Cristo, assim, teremos um propósito maior na nossa vida, algo que nos da forças para irmos até os confins da terra levando essa mensagem a todos que encontramos em nosso caminho.

E ae, qual é a esperança que você carrega e que te move? 

Sejamos Terráqueos com Mentalidade Celestial.



LEIA MAIS SOBRE:

O Tato passou aqui e pediu para você assistir nosso último vídeo.

RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE