Stranger Things mostra como o diabo age na sua vida - Bando de Quadrados
Stranger Things mostra como o diabo age na sua vida

Stranger Things mostra como o diabo age na sua vida

POR: TATO CAMPOS - 27.06.2022 12:43
5 min. de leitura

Estamos na semana da chegada da segunda parte da quarta temporada de Stranger Things e, se você assistiu a primeira parte, sabe que os protagonistas terão que enfrentar um inimigo poderoso, que aparenta estar os atormentando desde o começo da série e agora está mais forte que nunca.

Mas o que realmente chamou a atenção no Vecna, para mim, é a forma que ele foi apresentado a Eleven, pois apareceu como um amigo, um companheiro de jornada, com conselhos bons e a ajudando em todas as tarefas para que ela conseguisse ativar seus poderes novamente.

Nesta quarta temporada, somos apresentados ao número 001, o primeiro rapaz do programa de crianças especiais no qual Eleven, ou Jane, faz parte, ele, então, se torna um grande conselheiro para a protagonista, na jornada do reencontro de seus poderes, pois, depois de um momento traumático, ela acaba perdendo seus poderes e precisa deles para fechar as brechas para o mundo invertido. 

Com palavras doces e de incentivo para que a jovem consiga refazer seus passos e desbloquear suas memórias, resultando em um relacionamento mais profundo com seu poder, ele sempre induz a Eleven a entender suas dores e lembrar o que ela fez e o que a causa dor para que a memória possa desbloquear seus poderes. 

No começo da jornada não entendemos muito bem qual é o papel dele, pois tudo está acontecendo no projeto Nina, um tanque onde as memórias são revividas dentro da mente do paciente (Bem Fringe, se vocês perguntassem minha opinião), então temos Eleven revivendo sua infância difícil nos laboratórios, o número 1 como seu mestre e conselheiro e o doutor Martin Brenner como a figura do pai carrasco que treina e disciplina os jovens especiais e superdotados de poderes mentais, sejam telepáticos, telecinéticos ou outra coisa parecida.

Então, em determinado ponto da jornada mental dela, vemos que ele começa a agir de forma estranha, e, com um final emocionante, ele se revela ser o Vecna, o vilão que está assolando a cidade de Hawkings, matando jovens de uma maneira brutal e misteriosa. 

E o que chama atenção é exatamente essa revelação acontecer no final, pois vemos esse padrão de comportamento nas Escrituras Sagradas, desde o jardim no Éden, quando a serpente aparece para Eva e a convence a provar do único fruto que eles não poderiam comer, com conselhos e palavras doces que despertaram um desejo na criação de ser igual ao criador, de ser idolatrado, de ser um deus. 

Eva não acreditou na serpente por apresentar um currículo maravilhoso e mostrar obras incríveis, ou sinais milagrosos, ela acreditou na serpente por ouvir o que gostaria de ouvir, pois ouviu palavras que massagearam seu ego e a tornaram uma deusa para ela mesma, como um vilão que conta sua própria história de origem, a ótica é completamente diferente e ele será sempre o herói incompreendido pela sociedade, o que dará o direito de fazer todas as maldades com a desculpa de ser alguém que é vítima.

O diabo nunca se apresentará a você como um ser monstruoso, com chifres, de pele vermelha, metade boi, com rabo pontudo e imagem perturbadora, isso é um vilão de Stranger Things diretamente dos jogos de RPG, ele se apresentará como alguém com palavras doces e agradáveis, que massageiam seu ego e fazem com que você alcance seus objetivos pessoais a fim de criar a ilusão da vida perfeita a ponto de você não precisar de Deus, pois já é seu deus próprio. 

Não estou falando que Stranger Things é do demônio, ou que induz ao satanismo, ou qualquer outra teoria doida que os crentes amam criar. Estou dizendo que precisamos prestar atenção em tudo ao nosso redor, afinal a arte imita a vida, as produções de filmes, séries e games são frutos do imaginário de seres criados e, por isso, tem traços da criação deles, ou seja, somos espelhos de quem nos criou, e assim como nas Escrituras Sagradas, temos exemplos bons e ruins, teremos exemplos bons e ruins em todas as criações cinematográficas de entretenimento. 

Também não estou dizendo se você pode ou não assistir a série, pois isso é resultado do seu particular com o Criador e onde está seu coração. Porém, a finalidade do texto é tentar despertar você para uma realidade espiritual que é real e influencia no nosso mundo físico também, pois nosso inimigo não está aqui, está numa realidade espiritual como um Mundo invertido, onde potestades e principados deste mundo se apresentam como inimigos a nossa vida, sempre tentando nos derrubar. 

Tenha um relacionamento íntimo e intencional com o Pai, o Criador, para que você possa resistir a todas as tentações que podem ser colocadas por Vecnas e seus vassalos em nossa vida, desperte para a realidade espiritual, não crie uma idolatria própria, pois o nosso Senhor é Deus zeloso e não divide sua glória, então tenha Ele como centro de sua vida e fique esperto, pois o inimigo vem com palavras doces e suaves, mas Deus corrige os filhos que ama, então pode parecer que um pai severo não te ama, mas essa é uma das melhores formas de amor, a correção para que seu futuro seja glorioso. 

Seja um Terráqueo com Mentalidade Celestial

LEIA MAIS SOBRE:
Licença Creative Commons Este conteúdo está licenciado sob a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 4.0 Brasil License.
Inscreva-se no Canal

OUTROS ARTIGOS PARA VOCÊ LER:

VOCÊ PODE GOSTAR DISSO:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Para o bom funcionamento do site, necessário aceitar os coockies. Veja quais são eles.