BdQNews BdCast Vídeos Palavra Nérdica Reviews Anuncie
×
Luca | Ainda é possível ter amizade de verdade? Tudo que vi no filme

Luca | Ainda é possível ter amizade de verdade? Tudo que vi no filme

Por: Tato Campos - 21.06.2021 18:14 | Atualizado: 21.06.2021 18:15
    

Luca é a nova animação da Pixar, lançada no Disney+ e acompanha um monstro marinho que tem muito medo de explorar o mundo dos humanos, porém sonha em conhecer o mundo todo. 

Luca conhece Alberto, outro monstro marinho que aparenta ser da mesma idade ou até um ano mais velho e desenvolvem uma amizade a ponto de serem melhores amigos e planejarem uma viagem pelo mundo na Vespa que eles querem conseguir. Para isso, vão explorar a primeira cidade dos humanos, ou melhor, o primeiro vilarejo, Porto Rosso, uma vila da Itália, de pescadores que estão amedrontados pelos monstros marinhos e que vive de pesca e massas especiais da empresa da vila.

Luca apresenta a amizade entre os monstrinhos e a chegada de uma menina, Giulia, para o grupo, que quer somar com seus novos amigos, mas numa amizade onde as partes vivem muito sozinhas, geralmente uma adição pode não ser bem vista por alguma das partes, até que se prove o contrário. 

Vemos a evolução da jornada de autoconhecimento, aceitação, crescimento de amizades, relacionamento em família entre outros pontos bem profundos na animação, que é um entretenimento para toda a família, tipicamente esperado das produções da Disney Pixar. 

Mas algo que chamou muito minha atenção foram os laços do filme, laços familiares, laços de amizade e o quanto isso é importante para nossa vida. De um lado vemos Alberto, uma criança destemida, cheia de energia e um pseudo conhecimento sobre o mundo dos humanos, que vive sozinho por muito tempo e se vê em uma posição de querer controlar a vida de Luca através da amizade e promessas de uma vida cheia de aventura ao redor do mundo. 

De outro lado, vemos Luca, outra criança que foge de um iminente castigo para se esconder de seus pais e compra a ideia de Alberto, de ter uma vespa para viajarem o mundo todo, porém é tímido e não tem tanta coragem, mas tem uma imaginação muito boa e sede por conhecimento, um dos grandes motivos que cria uma nova amizade com Giulia, uma menina trabalhadora que passa os verões com seu pai, um pescador turrão. 

Muito nos lembra das passagens das Escrituras Sagradas que descrevem Davi e Jônatas, os filhos de Jessé e Saul, respectivamente. Um príncipe e um servo que foi ungido rei de Israel, que criaram uma amizade tão forte que muitos até deturpam essa amizade a fim de distorcerem a palavra divina. 

O livro de 1 Samuel narra a história do Rei Davi e como ele teve sua ascensão ao reinado, durante seu tempo de servo do Rei Saul, ele se casou com Mical, filha do Rei, irmã de Jônatas, e ficou muito amigo de seu cunhado, a ponto de lutarem juntos. E quando Saul quis matar Davi, Jônatas o ajudou a fugir do pai e fez um pacto com seu amigo. 

Tirando todas as más interpretações e distorções das Escrituras Sagradas do Cristianismo, temos um perfeito exemplo de amizade verdadeira, que está descrita em Provérbios, no capítulo 17, onde achamos que “O amigo ama em todos os momentos; é um irmão na adversidade” como aconteceu com o pai do autor do livro de Provérbios, Salomão, e seu amigo, príncipe de Israel.

Nossas amizades são realmente verdadeiras? a ponto de sabermos profundamente dos nossos amigos? a ponto de sermos mais chegados que irmãos, pois o irmão é alguém que nos conhece por conviver conosco todos os dias, um amigo mais chegado que um irmão é alguém que nós escolhemos para caminharmos juntos e progredirmos na jornada do conhecimento do Santo, até a eternidade, que nos fortalece, se alegra com nossas alegrias e chora com nossas tristezas. 

Muito se especula sobre isso, pois a descrição do parágrafo anterior é de alguém que escolhemos amar como parceiro de vida, um cônjuge. Porém muito disso é fruto da sociedade em que vivemos, onde não existe amizade, senão com interesse. O mundo que vivemos não prega amizades, prega aproximações temporárias para conseguirmos alguma coisa, logo, qualquer amostragem de amizade verdadeira e fundamentada nas Escrituras Sagradas não é bem vista e é logo confundida com atração amorosa. 

Isso só mostra o quão longe do Criador estamos, pois Ele nos chama de amigos, mas nós não criamos amizade com Ele, e nem com os membros do corpo. Precisamos deixar que Deus, o Criador, molde nosso caráter para que possamos entender o que é amizade, a forma do amor fraternal mais pura que vem do nosso Senhor.

Seja um Terráqueo com mentalidade Celestial e deixe que o Criador mostre o que é Amizade! 



LEIA MAIS SOBRE:

O Tato passou aqui e pediu para você assistir nosso último vídeo.

RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE