Na Russia, blogueiro é condenado a 3,5 anos de prisão por jogar Pokémon Go na igreja
Games

Na Russia, blogueiro é condenado a 3,5 anos de prisão por jogar Pokémon Go na igreja

MIKE PASCHOAL - 11.05.2017 12:49
    

O Blogueiro russo Ruslan Sokolovsky foi condenado nesta quinta (11) a três anos e meio de prisão. Seu crime: Por Jogar Pokémon Go dentro de uma igreja em seu país de origem.

 

Toda essa polêmica teve o início no ano passado, quando Sokolovsky postou um video no YouTube jogando o game em uma igreja como forma de protesto, pois às leis locais não permite uso de celulares nestes tipos de ambientes.

 

Autoridades russas rapidamente acusaram o rapaz por desrespeito pela sociedade, e assim pedindo sua prisão. A decisão foi dada pela Juiza Yekaterina Shoponyak que acatou o pedido da promotoria pela reclusão do blogueiro pelos período de 3,5 anos.

 

"Eu posso ser um idiota, mas não sou de modo algum um extremista. Há muito tempo, as pessoas eram aprisionadas em campos por longos períodos - não por 3,5 anos, mas por décadas - porque brincavam, por exemplo, sobre o comunismo e sobre Stalin. Agora eles querem me prender por 3,5 anos porque [eu] brinquei sobre a Ortodoxia e sobre o Patriarca [da Igreja Ortodoxa] Kirill. Para mim, isso é selvageria e barbarismo”. escreveu Sokolovsky em uma declaração publicada no mês passado pelo site russo Meduza.

 

Veja o vídeo postado por Sokolovsky:

 

LEIA MAIS SOBRE:
Licença Creative Commons Este conteúdo está licenciado sob a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial-No Derivative Works 4.0 Brasil License.

MAIS NOTICIAS:

VOCÊ PODE GOSTAR DISSO:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Para o bom funcionamento do site, necessário aceitar os coockies. Veja quais são eles.