BdQNews BdCast Vídeos Palavra Nérdica Reviews Anuncie
×
Livros de Harry Potter foram queimados por sacerdotes poloneses

Livros de Harry Potter foram queimados por sacerdotes poloneses

Internet | Lucas Alves - 03.04.2019 09:01
    

A série de livros  de Harry Potter da JK Rowling, é uma das coletâneas mais amadas e populares de todos os tempos, chegando a gerar oito filmes na franquia Harry Potter, bem como outros dois filmes (Animais Fantásticos e onde habitam). Tudo isso está no topo das atrações do parque temático, produções teatrais e muito mais. No entanto, nem todos são fãs do Mundo Mágico - incluindo um grupo de padres católicos na Polônia que queimou os livros de Harry Potter.

 

De acordo com algumas pessoas, os padres de uma paróquia católica em Koszalin, na Polônia, queimaram vários livros (incluindo a série Harry Potter) e outros itens porque acreditam que estão associados ao ocultismo e, portanto, são maus. A organização SMS z Nieba (SMS do Céu) postou fotos no domingo tiradas do livro que queimava na paróquia da Igreja de Gdansk, na Igreja Mãe.

 

Os livros e outros itens haviam sido trazidos pelos paroquianos, a pedido dos padres, para limpar suas casas de "objetos malignos". O grupo usou várias passagens bíblicas para apoiar seu chamado, incluindo uma que se encontra no livro de Atos.

 

Infelizmente, esta não é a primeira vez que a série tem sido alvo de cristãos para a queima de livros. Em 2001, grupos religiosos organizaram queimadas em massa de livros de Harry Potter em protesto, pois consideram os romances satânicos, apesar da mensagem geral da série sobre a importância da amizade e do triunfo do bem sobre o mal.

 

Os livros também foram queimados por aqueles que não estão necessariamente fazendo isso por razões religiosas, mas por não gostar das declarações políticas de Rowling. Depois que o autor criticou o presidente Donald Trump no Twitter em janeiro de 2017, alguns fãs twittaram que haviam queimado seus livros em protesto.

 

Quanto ao livro polonês queimando no fim de semana passado, Rowling não respondeu ao incidente, mas a diocese de Koszalin o fez. O Rev. Wojciech Parafianowicz, porta-voz da diocese, criticou o evento. Ele disse à AP que "não gostou dessa forma de atividade sacerdotal, o que é errado".



LEIA MAIS SOBRE:
Siga o BdQNews
nas Redes Sociais:
     

O Tato passou aqui e pediu para você assistir nosso último vídeo.

RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE